Nova NR1: PGR entra em vigor

Nova NR1

Saiba mais sobre a nova NR1, a qual torna obrigatório o PGR, substituindo o atual PPRA

 

A nova NR1 – Norma Regulamentadora de número 01, a qual é referente as disposições gerais e gerenciamento de riscos ocupacionais começa a valer a partir desta segunda-feira, 3 de janeiro de 2022. 

A alteração acontece a partir da portaria de n.º6730, de 9 de março de 2020, a qual atualizou a norma e estabelece agora a implementação do Gerenciamento de Riscos Ocupacionais (GRO) e do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR). 

Desde sua atualização, as mudanças já foram prorrogadas por duas vezes, mas agora é para valer. 

Entra em vigor a mudança este ano por conta da disponibilidade de inserir os dados voltados para a saúde e segurança do colaborador (SST) de forma digital.

 

Nova NR1

O que muda na Nova NR1?

 

Assim como a Nova NR1, outras normas regulamentadoras de segurança do trabalho também estão modificadas e entram em vigor nesta segunda.

Dentre elas estão  a NR7, NR9, NR18 e parte da NR 37.

Porém, no caso da NR1 o que muda é a substituição do atual PPRA – Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais para a implementação do PGR.

Ele é uma documentação importante que conta com a identificação dos riscos ocupacionais, assim como um inventário de riscos e plano de ação com acompanhamento. No PGR estão inclusas as análises de acidentes de trabalho e também o plano de resposta de emergências.  

Antes, a norma era mais introdutória as questões de SST, agora ela exige mais ações de prevenção e acompanhamento. 

O GRO também entra em operação com a mudança na norma, o qual vai integrar todo o sistema de gerenciamento de riscos ocupacionais.

Nele estão inclusos desde o levantamento preliminar de perigo, identificação do perigo,  avaliação do risco,  implementação de controle de riscos ocupacionais, monitoramento e melhoramento do desempenho, assim como a preparação para emergências e análises de acidentes. 

 

Norma técnica publicada em dezembro fala sobre a Nova NR1

 

A transição do PPRA para o PGR foi comentada através da norma técnica SEI n.º 51363/2021/ME, publicada no último dia 6 de dezembro de 2021. 

A mesma esclarece que a nova NR1 vem para trazer mais segurança e saúde no Brasil.

Abaixo segue um trecho publicado pela norma técnica: 

“A gestão de riscos ocupacionais inserida na revisão da NR 01 possibilita um inegável avanço na segurança e saúde no trabalho no Brasil, não só porque abrange todos os perigos e riscos da organização, mas porque prevê a sistematização do processo de identificação desses perigos, da avaliação dos riscos e do estabelecimento de medidas de prevenção articulado com ações de saúde e, adicionalmente, da análise de acidentes e da preparação para resposta a emergência, representando uma abordagem integradora do processo de gerenciamento de riscos ocupacionais alinhada às melhores práticas mundiais” 

Sobre a transição, a norma técnica ressalta que as empresas já devem estar hoje, 3 de janeiro, com o seu processo de gerenciamento de riscos implementado e seu respectivo PGR elaborado também. 

 

Como fica a transição do PPRA para o PGR, afinal?

 

Os dados inseridos no PPRA não serão descartados, contudo precisam ser complementados com o PGR, o qual será revisto a cada dois anos ou quando existir  ocorrência de situações como:

  • Implementação das medidas de prevenção;
  • Após modificações nas tecnologias, ambientes, processos, condições, procedimentos e organização do trabalho que impliquem em novos riscos ou modifiquem os riscos existente;
  • Quando identificadas inadequações, insuficiências ou ineficácias das medidas de prevenção;
  • Na ocorrência de acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho, e quando houver mudança nos requisitos legais aplicáveis. 

A MedVitae pode orientar você ou a sua equipe sobre o assunto.

Portanto, nos envie uma mensagem.  

 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Posso Ajudar?