PAE: O que você precisa saber sobre ele?

PAE

Conheça mais sobre o PAE – Plano de Ação Emergencial e sua importância para o ambiente de trabalho

 

PAE

Mesmo investindo em segurança e saúde no trabalho emergências podem acontecer e construir um PAE – Plano de Ação Emergencial é essencial para saber o que fazer.

Todo ambiente ocupacional traz riscos, mas ninguém espera ter que passar por eles, não é verdade?

Contudo, o documento é obrigatório e dentro do ambiente industrial, por exemplo, o mesmo faz parte do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), a qual tem como objetivo proteger a vida dos colaboradores, assim como o próprio patrimônio e também o meio ambiente.

Por isso, através desse post, você vai conhecer um pouco mais sobre o PAE e sua importância para as empresas. Vem ver!

 

Aqui você vai descobrir:

  • O que é o PAE – Plano de Ação Emergencial?
  • Qual a importância do plano para a empresa?
  • Como implementar o PAE?

 

O que é o PAE – Plano de Ação Emergencial?

 

Se você trabalha em uma indústria, com certeza já deve ter ouvido falar sobre o PAE, o Plano de Ação Emergencial.

É ele quem direciona as ações que serão tomadas durante uma emergência.

Afinal, dependendo do segmento da empresa os riscos de vazamentos, incêndios, inundações entre outras situações são comuns e podem trazer prejuízos tanto sociais como financeiros.

Portanto, o PAE é um documento importante e obrigatório que traz as diretrizes, estratégias, informações e dados que devem ser adotados em casos de acidentes e situações emergenciais.

 

Qual a importância do plano para a empresa?

 

Mesmo nunca esperando uma emergência, o PAE tem como foco agilizar o processo de atendimento caso o problema aconteça dentro de uma empresa.

Além das vidas que ele pode preservar, o plano também permite que a empresa minimize aos riscos que envolvem seu patrimônio, assim como possíveis riscos ao meio ambiente.

O plano de resposta com o desenvolvimento do PAE é muito mais rápido e que em situações de emergência contribui para:

  • Orientar as pessoas e a equipe responsáveis pelo atendimento as emergências;
  • Estabelecer procedimentos técnicos e eficazes;
  • Ajudar a organizar as situações de emergência para que as mesmas sejam neutralizadas.
  • Permitir controlar, minimizar ou evitar as situações emergenciais no ambiente de trabalho.

 

Como implementar o PAE?

 

Todo PAE é criado com base na legislação estadual, mas de forma geral podemos dizer que ele segue procedimentos básicos de segurança.

Vale ter em mente que o documento precisa conter de forma clara as atribuições e responsabilidades dos envolvidos.

Além disso, também precisam ser estabelecidos os recursos humanos e materiais que serão usados nesse processo quando, por ventura, forem acionados.

E o que deve conter nesse documento afinal?

Nele deve estar previsto o alerta a toda a equipe quando uma emergência for identificada, assim como uma análise da situação para executar os procedimentos necessários.

Além disso, também deve ter as instruções para o abandono da área e o isolamento da mesma para evitar problemas ainda maiores.

 

E agora que você já entendeu melhor o que é o PAE, vale lembrar que ele é um documento obrigatório e precisa ser construído por uma equipe que conhece sobre o assunto.

Converse com a nossa equipe e saiba como construir o seu!

 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Open chat
Posso Ajudar?