AET e seus benefícios

AET

Saiba o que é a AET, seus benefícios e a diferença dela para o laudo ergométrico dentro do ambiente de trabalho para o colaborador

 

Parte da segurança do trabalho, a AET – Análise Ergonômica do Trabalho tem um papel importante para a empresa. Através dela é possível analisar possíveis levantamentos de pesos, posturas incorretas e riscos a saúde. 

A análise também faz parte dos documentos obrigatórios pela legislação trabalhista, portanto, é obrigatória por lei.

Neste conteúdo você vai aprender o que é a AET, seus benefícios  e por fim sua importância para o ambiente de trabalho. Acompanhe.

Aqui você vai entender:

  • Afinal, o que é a AET – Análise Ergonômica do Trabalho?
  • Quais os principais benefícios da análise?
  • Qual a diferença entre AET  e Laudo Ergonômico?

Afinal, o que é a AET – Análise Ergonômica do Trabalho?

 

A AET é caracterizada como um estudo obrigatório sobre o ambiente de trabalho com foco na ergonomia do colaborador. Através dele é possível criar um levantamento da atividade e encontrar possíveis riscos laborais. 

Dentre os principais itens analisados estão questões como: levantamento de peso, transporte de carga e materiais, mobiliário, equipamentos, condições ambientais e organização do trabalho. 

Logo após analisar o ambiente, o estudo é capaz de identificar riscos ocupacionais como:

  • Má postura;
  • Falta de iluminação;
  • Níveis de ruído;
  • Ventilação insuficiente;
  • Excesso de peso; 
  • Ferramentas equivocadas ou fora do padrão entre outras questões. 

Com base nas informações a empresa consegue por fim ter uma base para criar um ambiente de trabalho mais saudável. Assim como determinar condições e diretrizes do trabalho no que diz respeito a ergonomia. 

 

Quais os principais benefícios da análise?

 

Após entender quais os pontos abordados pela AET, você deve estar se perguntando sobre os benefícios da mesma. Ao contrário do que se pensa, criar a análise não é apenas uma questão de legislação. Ou seja, ela não serve apenas para manter a empresa dentro da lei. 

Portanto, os benefícios da análise vão muito além das obrigações.

Ao avaliar o ambiente de trabalho, o estudo permite:

  • Melhorar a produtividade do colaborador;
  • Proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro e adequado;
  • Reduz ações trabalhistas pelo desenvolvimento de doenças ocupacionais;
  • Permite melhorar processos;
  • Reduz o absenteísmo. 

Qual a diferença entre AET  e Laudo Ergonômico?

 

Por fim, antes de terminarmos esse artigo, não podemos deixar de falar sobre a diferença entre AET e Laudo Ergonômico. Essa dúvida é muito comum entre as empresas contudo vale saber que:

  • Laudo Ergonômico é um documento elaborado em separo a pedido de um juiz com foco em causas trabalhistas. Nesse caso o documento não é obrigatório e tem como foco identificar a estrutura oferecida pela empresa. 
  • AET – já a Análise Ergonômica faz parte da NR 17 e é essencial para a avaliação dos riscos ergonômicos durante as atividades laborais. Por fim ela é um documento obrigatório. 

Em conclusão, vale lembrar que apesar de parecidos, os dois documentos são diferentes principalmente em aspectos como: abrangência, objetivos, procedimentos de rotina e responsável pela assinatura. 

Como a Medvitae pode ajudar?

 

 A Medvitae é especialista na elaboração da AET.  Do mesmo modo se a sua empresa precisar desse tipo de documento basta enviar uma mensagem. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Posso Ajudar?