ALERGIA OCUPACIONAL: O QUE É?

Doença desenvolvida no ambiente de trabalho pode afetar a qualidade de vida do colaborador caso não seja tratada

Todo ambiente de trabalho pode trazer riscos ao colaborador e a alergia ocupacional está entre as doenças que podem ser desenvolvidas.

Ambientes com muita poeira, sem ventilação ou com a presença de algum tipo de produto químico, por exemplo, podem ser os responsáveis pelo desenvolvimento de doenças alérgicas em seus colaboradores.

O que é considerado Alergia Ocupacional?

Alergia Ocupacional é definida como uma patologia que afeta o sistema imunológico e geralmente são provocadas por alérgenos presentes no local de trabalho.

Esse tipo de alergia geralmente se manifesta através do sistema respiratório, assim como também pela pele.

Rinite, Asma e Dermatite de contato estão entre as alergias mais comuns

Um estudo publicado pela Revista Brasileira de Medicina do Trabalho mostra que 15% dos casos das doenças desenvolvidas no ambiente de trabalho são de quadros alérgicos, sendo a Rinite Alérgica a mais desenvolvida, seguida pela asma ocupacional e também pela dermatite de contato.

Dentre os alergênicos mais comuns para o desenvolvimento desse tipo de alergia estão o pó, a poeira, fungos e ácaros e também a presença de químicos como as tintas, metais e látex.

Segundo os pesquisadores, a pesquisa realizada no ambulatório de São Paulo mostrou também que a maior parte dos colaboradores trabalhava em áreas de indústria química, limpeza, construção civil e também saúde.

Leia também: O que é Asma Ocupacional?

Os principais sintomas das Alergias Ocupacionais

Como vimos, as alergias ocupacionais fazem parte das doenças desenvolvidas dentro do ambiente de trabalho e precisam ser cada vez mais diagnosticadas para o bem estar e qualidade do colaborador.

Apesar de ser facilmente confundida com quadros alérgicos comuns, a alergia ocupacional sempre acontece quando o colaborador permanece no local de trabalho e que em períodos de afastamento como as férias, as crises melhoram e deixam de acontecer.

Dentre os principais sintomas desse tipo de alergia estão:

  • Coceiras tanto nos olhos como no corpo;
  • Dores de Cabeça e fadiga;
  • Ardor nos olhos;
  • Vermelhidão na pele;
  • Coriza, espirros, tosse e cansaço.

A medicina e segurança do trabalho como prevenção de alergias ocupacionais

O desenvolvimento de alergias traz diversos desconfortos ao colaborador e precisam ser levadas mais a sério.

Com esse intuito é que a medicina e segurança do trabalho entram como um papel fundamental, pois além de identificar o problema também permite que o mesmo seja tratado de forma correta e o ambiente de trabalho monitorado, assim como adaptado para minimizar os riscos.

As ações preventivas permitem estudar o local de trabalho e diminuir o contato com o alergênico, assim como também desenvolve ações educacionais sobre o uso correto do EPI e da limpeza correta dos ambientes de trabalho.

Uma vez identificado os sintomas é importante que o auxílio médico seja procurado para um diagnóstico e tratamento adequado, assim como medidas de proteção contra o alérgeno.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto e como deixar sua equipe de trabalho mais segura?

Entre contato com a equipe especializada da MedVitae através do e-mail [email protected] ou então através dos nossos telefones clicando aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Open chat
Posso Ajudar?