Ambiente Ocupacional: 3 Doenças mentais que podem ser desenvolvidas nele

ambiente ocupacional e depressao

Setembro Amarelo vem para nos lembrar da importância da saúde mental. Separamos três doenças psíquicas que interferem no ambiente ocupacional.

 

ambiente ocupacional e depressao

O ambiente ocupacional também pode ser o responsável pelo desenvolvimento de doenças psicológicas segundo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (ONU) mostra que o Brasil tem hoje mais de 18,6 milhões de pessoas com transtorno de ansiedade, sendo ela junto com a depressão as doenças que mais resultam no afastamento do trabalho.

Falar sobre as doenças psicológicas e a importância de procurar orientação médica, assim como transformar o ambiente de trabalho em um local mais saudável é essencial para diminuir esses índices.

Por isso, através desse conteúdo você irá descobrir um pouco mais sobre três doenças psíquicas que podem ser desenvolvidas dentro do ambiente ocupacional ou então agravadas por ele no decorrer da atividade de trabalho.

Quer saber quais são elas e como melhorar o ambiente ocupacional da sua empresa? Então confere só nosso artigo a seguir.

 

Aqui você vai ver:

  • Transtornos mentais estão cada vez mais presentes no ambiente ocupacional
  • 3 doenças que podem ser desenvolvidas ou agravadas no ambiente ocupacional
  • 1) Estresse Ocupacional;
  • 2) Síndrome de Bournout;
  • 3) Ansiedade e Depressão

 

Transtornos mentais estão cada vez mais presentes no ambiente ocupacional

 

Infelizmente os transtornos mentais estão cada vez mais presentes no mundo em geral e no trabalho isso não se torna diferente.

A rotina puxada atrelada a diversas culturas organizacionais nem um pouco saudáveis estão envolvidas no desenvolvimento de quadros psicológicos ou então no agravamento da doença.

Tornar o ambiente ocupacional mais saudável é um desafio, porém cada vez mais necessário se o que você como gestor procura é garantir a produtividade da empresa efetiva.

É importante lembrar que situações como assédio moral e sexual, jornadas exaustivas, exigência de metas abusivas, eventos traumáticos, perseguições e chefes despreparados estão entre as principais causas do desenvolvimento de problemas psicológicos no trabalho.

E além de garantir o direito dos seus colaboradores à saúde, desenvolver ações importantes em prol da saúde mental é diminuir os custos com afastamentos, previdência social e reduzir perdas financeiras por conta da produtividade afetada.

 

3 doenças que podem ser desenvolvidas ou agravadas no ambiente ocupacional

 

E quando falamos em doenças mentais as mesmas podem ser bastante diferentes.

De forma a exemplificar trazemos três delas mais comuns no ambiente ocupacional e que precisam de atenção.

São elas: Estresse Ocupacional, Síndrome de Bournout e Ansiedade e Depressão.

 

1)   Estresse Ocupacional

 

O estresse ocupacional atinge 30% dos trabalhadores segundo a Organização Mundial da Saúde.

Apesar de ser um efeito natural do corpo, o estresse tem sido cada vez mais presente na vida da população atualmente e agravado pelo ambiente ocupacional, onde as rotinas corridas e entregas de prazos curtos acabam se tornando situações estressantes.

O problema, é que a doença pode se tornar algo crônico e interferir diretamente na qualidade de vida do colaborador e desenvolver desde sintomas psicológicos como também físicos como distúrbios digestivos.

Empresas que não implementam um programa de qualidade de vida do colaborador tendem a ter o estresse ocupacional como um problema sério no ambiente de trabalho.

 

2)   Síndrome de Bournout

 

Outra doença cada vez mais presente no ambiente de trabalho é a Síndrome de Bournout.

Essa é uma doença que interfere no estado físico, emocional e mental do colaborador e que traz uma exaustão intensa.

O excesso de trabalho está intimamente ligado ao problema, principalmente atividades que demandam muita responsabilidade e competitividade.

 

3)   Ansiedade e Depressão

 

A Ansiedade e Depressão também podem ser desenvolvidas ou agravadas pelo ambiente ocupacional.

O excesso de auto cobrança e a tentativa desenfreada de querer responder a demanda institucional muitas vezes traz ao colaborador situações estressantes e capazes de tirar dele todo o lazer e vida social, coisas importantes para sua qualidade de vida.

O desenvolvimento delas está atrelado ao ambiente de trabalho tóxico e que muitas vezes passa despercebido pelo empregador.

 

Para finalizar podemos concluir que negligenciar a saúde do colaborador pode trazer prejuízos graves a sua instituição, uma vez que transtornos mentais podem trazer um péssimo clima organizacional, longos períodos de afastamentos, presenteísmo, afastamentos e queda na produtividade.

 

Você pode mudar isso com um bom programa de saúde ocupacional.  Converse com a nossa equipe especializada! Combinado?

 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Open chat
Posso Ajudar?