NR32: O que é importante saber?

NR32

 

A NR32 é a norma regulamentadora que estabelece um conjunto de medidas protetivas para pessoas que atuam na área de saúde ou qualquer indivíduo em um espaço clínico ou hospitalar.

Ela é uma norma caracterizada como setorial.  A mesma também foi responsável por aperfeiçoar o PPRA, previsto na NR9 e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), previsto na NR7. Isso devido à sua importância e peculiaridades da exposição aos riscos biológicos, químicos e radiações ionizantes nos serviços de saúde. Nós falaremos mais sobre eles a seguir. 

Portanto, se você faz parte desse universo, não deixe de continuar esse post  até o final. Aqui separamos os principais riscos que envolvem a norma. Assim como sua importância para o ambiente de trabalho. Acompanhe. 

A NR32 e os riscos envolvidos

 

Atuante da área da saúde ou não, qualquer pessoa está exposta a riscos, não é verdade? Dessa forma, a norma em questão classifica os mesmos em cinco tipos diferentes. São eles: riscos químicos, biológicos, físicos, ergonômicos e risco por acidente.

Para melhor explicar, separamos abaixo o que são esses riscos envolvidos na NR32.  Temos então o risco:

  • Químico: é considerada a exposição a produtos com substâncias tóxicas ou gases que entrando em contato com o organismo humano ou a pele ocasiona sérios problemas.
  • Biológico: está relacionado a problemas com alergias, infecções, doenças autoimunes, podendo envolver a manipulação de seres vivos que causam essas doenças.
  • Físico: é a exposição à radiação ionizante, alto nível de ruído, questões de temperatura que possam prejudicar uma pessoa a médio e longo prazo.
  • Ergonômico: é a atividade exercida em postura inadequada ou pelo mau posicionamento de equipamento que possam ocasionar problemas mentais, cansaço físico ou demais alterações no corpo humano.
  • Por acidente: é o risco que afeta diretamente o trabalhador. Deficiência física causada por máquina em mau funcionamento, ferramentas inadequadas, incêndio ou explosões, estão entre os acidentes ocorridos e suas sequelas. 

 

A importância dos protocolos de segurança

 

Para evitar que acidentes aconteçam e reduzir os riscos no ambiente da área da saúde, portanto, é necessário a criação de protocolos operacionais padrão, assim como a utilização de equipamentos de proteção individual (EPI). Outro ponto importante é o descarte apropriado dos materiais e a realização de revisão e educação continuada periodicamente segundo a NR32.

Além disso, para que clínicas e hospitais se tornem locais seguros e confiáveis, é necessário um considerado nível de biossegurança estando em uma área segura com logística bem posicionada. 

As práticas e demais tecnologias podem ajudar a evitar a exposição de agentes de natureza patológica em biossegurança, por exemplo. Um conjunto de estratégias aplicadas também colaboram para reduzir possíveis liberações acidentais dos elementos tóxicos.

Já que vimos os riscos envolvidos a NR-32 acima também, podemos falar também das normas que constam. São elas:

  • 32.1.1 aquela que estabelece diretrizes básicas e medidas de proteção a segurança e a saúde dos trabalhadores.
  • 32.2.1 aquela que considera risco biológico a possível exposição a agentes biológicos.

 

Por que a NR32 é essencial para todos?

 

O ambiente clínico ou hospitalar, seja lá qual for a sua complexidade, deve seguir com rigor as diretrizes citadas na norma regulamentadora 32. Seguindo desta forma, será possível manter a integridade dos profissionais evitando acidentes e ou doenças ocupacionais. Assim como zelando pela segurança das pessoas no ambiente de atividade também.

Para os funcionários, a criação da NR-32 é de extrema importância. Afinal é ela quem vai garantir um ambiente seguro e eficiente para realizar as atividades.

Na mesma mão, para quem frequenta um espaço clínico ou hospitalar, tem a garantia de saúde e segurança já que por diversas vezes terá contato direto com o profissional que estará realizando a atividade. 

 

Ao longo do nosso texto, você pode conhecer um pouco sobre NR-32 e a sua importância.

Clínicas, consultórios e hospitais devem estar amparados em suas normas para garantir suas diretrizes básicas a fim de sempre  estar oferecendo saúde e segurança a todas as pessoas. 

Caso ainda tenha dúvida sobre ela, não deixe de conversar com a equipe da MedVitae.

 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Posso Ajudar?